top of page
Buscar

SOMOS ATLETAS REAIS

Brasília, 01/12/22


Já faz um tempo que venho preparando este texto, o qual possui uma visão pessoal, assim como uma visão de mercado.


O esporte eletrônico, mais conhecido como eSport, ainda possui um grande preconceito no universo esportivo brasileiro, mas vamos a dois conceitos bem claros para mim, o esporte eletrônico e o esporte virtualizado.


O esporte eletrônico é comumente vinculado aos consoles de video games e PC´s, mas porque não chamar os praticantes de atletas? Por quê não reconhecer como uma modalidade desportiva?


Segundo estudos apresentados em 2021, o mercado de eSports e streaming de jogos deve crescer 70% nos próximos três anos, de acordo com um relatório da Juniper Research. A projeção é que o mercado global de esportes eletrônicos movimente US$ 3,5 bilhões em 2025 – contra US$ 2,1 bilhões atualmente.


A pesquisa “eSports & Games Streaming: Emerging Opportunities & Market Forecasts 2021-2025” ainda prevê que o valor do mercado será impulsionado pelos gastos com assinaturas para plataformas de streaming e publicidade. Ainda há espaço para mais crescimento em outras áreas, como direitos de transmissão e vendas de ingressos para eventos ao vivo. (fonte)


Mas como quebrar este preconceito?


O esporte virtualizado é sim um caminho para esta quebra de paradigmas, pois o conceito envolve esportes da vida real replicados no universo virtual.


E como recentemente vivenciei, contra dados e fatos não existem questionamentos sobre o caminho desta evolução.


O COMITÊ OLÍMPICO INTERNACIONAL lançou no dia 16 de novembro de 2022 a Olympic Esports Week com as modalidades de ciclismo, remo, beisebol, automobilismo e vela, o que marca o próximo grande passo no apoio ao desenvolvimento dos esportes virtuais dentro do Movimento Olímpico e no maior envolvimento com os gamers competitivos com finais presencias em Junho de 2023 em Singapura (fonte).

Das modalidades acima propostas pelo COI, ciclismo e remo utilizam a força física dos atletas em simuladores que chegam a 99,9% de precisão em relação as competições presenciais outdoor.


Mas você leitor, deve agora estar pensando: "Duvido que isto seja possível, pois é tudo vídeo game!"


Vamos a mais um conceito que deve ser respeitado, REALIDADE VIRTUAL x REALIDADE AUMENTADA.


Realidade Virtual é baseada em elementos criados de forma gráfica em um universo utópico


Já a REALIDADE AUMENTADA, utiliza dados reais como localização geográfica, altimetria e videos reais para criação de percursos, e se você ainda está se questionando sobre a fidelidade das informações, confira alguns exemplos abaixo:


Exemplo 1

L´Étape Brasil Virtual by Tour de France presented by Santander ; a 1ª competição no MUNDO com largada da prova presencial e virtual simutânea com o percurso curto de 60km.



Exemplo 2

Ricardo Alcici - Bicampeão brasileiro elite de pista, 9º colocado na Copa América de Ciclismo 2015, Top 7º em duas edições da clássica de ciclismo 9 de Julho, graduado em Ed. Física, pós graduado em Treinamento Desportivo.


Treino na plataforma Rouvy | 16/09/22 | Percurso completo L´Étape Brasil


Competição | 25/09/22 | Percurso completo L´Étape Brasil

Notem que o perfil altimétrico, assim como os dados de tempo e potência possuem uma diferença mínima levando em consideração a distância; a diferença dos 3km ocorre pois na semana anterior ao evento a organização do evento necessitou alterar o local de largada.


Exemplo 3

Schubert Abreu - Idealizador do Ciclismo Virtual Brasileiro, entusiasta do esporte, árbitro internacional de triathlon e comissário estadual de ciclismo de estrada.


Treino na plataforma Rouvy | 22/04/22 | Lago Sul - Brasília/DF


Treino na rua | 24/04/22 | Lago Sul - Brasília/DF


Mais uma vez, a variação altimétrica, assim como distância e tempo são extremamente similares, provando sim que através da utilização de softwares como o ROUVY, competições virtuais são EXTREMAMENTE REAIS.



O esporte virtualizado é uma realidade, que aproxima o mundo todo com custos operacionais bem menores e uma taxa de engajamento e público mais elevada.



O Brasil hoje é referência na realização de eventos e projetos através do Ciclismo Virtual Brasileiro, e quando nos perguntam para onde e a qual velocidade vamos, deixo aqui uma célebre frase entre um mestre e seu discípulo:



Schubert Abreu

Idealizador do Ciclismo Virtual Brasileiro






whatsapp-icone-1.png
bottom of page